Equação de Segundo Grau


Chamamos de equação do 2º grau as equações do tipo:

Equação Segundo Grau

onde a, b e c são números conhecidos com a 0.

Exemplos:

1º) 2x2 – 3x + 5 = 0 (a = 2, b = –3 e c= 5)

2º) 5x2 + 7x = 0 (a = 5, b = 7 e c= 0)

3º) 4x2– 11 = 0 (a = 4, b = 0 e c= –11)

A – Resolução da equação do 2º grau

Exemplos:

1º) Resolver em R a equação:

x2-16=0

Notemos que nesta equação do 2º grau o coeficiente b é igual a zero por isto ela é chamada de equação do 2º grau incompleta. Vamos acompanhar a sua resolução:

x2-16=0 x2=16

x2-16=0 x = –4 ou x = +4

Assim: Equação do Segundo Grau
2º) Resolver em R a equação:

x2 + 11x = 0

Notemos que nesta equação do 2º grau o coeficiente c é igual a zero e por isto ela é chamada, também, de equação do 2º grau incompleta. Vamos acompanhar a sua resolução:

x2 + 11x = 0 x(x + 11) = 0

x2 + 11x = 0 x = 0 ou x + 11 = 0

x2 + 11x = 0 x = 0 ou x = –11

Assim: Equaçao do Segundo Grau
3º) Resolver em R a equação:

x2 + 4x + 4 = 16

Observemos que x2 + 4x + 4 é, na sua forma fatorada, é igual a (x + 2)2, então:

x2 + 4x + 4 = 16 passa a ser (x + 2)2 = 16

Assim:

x2 + 4x + 4 = 16 (x + 2)2 = 16

x2 + 4x + 4 = 16 x + 2 = –4 ou x + 2 = 4

x2 + 4x + 4 = 16 x = –6 ou x = 2

Assim: Equação do Segundo Grau
4º) Resolver em R a equação:

x2– 6x + 5 = 0

Observemos que x2– 6x + 5 não é um quadrado perfeito, donde se conclui que o procedimento utilizado no exemplo anterior não poderá repetido. Não poderá ser repetido a menos que façamos algumas modificações na equação, como veremos a seguir:

x2é “o quadrado do primeiro”, 6x é “duas vezes o primeiro (que é x) pelo segundo”, logo, o segundo só poderá ser o número 3 e, assim, “o quadrado do segundo será igual a 9”. Como o quadrado perfeito só aparecerá se tivermos x2 – 6x + 9, acrescentaremos aos dois membros da igualdade o número 9.

Assim:

x2 – 6x + 5 = 0 x2– 6x + 5 + 9 = 9

x2– 6x + 5 = 0 x2– 6x + 9 = 4

x2– 6x + 5 = 0 (x – 3)2 = 4

x2– 6x + 5 = 0 x – 3 = –2 ou x – 3 = 2

x2 – 6x + 5 = 0 x = 1 ou x = 5

Assim: Equação Segundo Grau

 

B – Fórmula de Bhaskara

Vamos resolver a equação: ax2 + bx + c = 0, que é a forma geral da equação do 2º grau.
Inicialmente multiplicamos os dois membros da igualdade por a. Teremos:

a2x2+ abx + ac = 0

Notemos que a expressão:

Equação Segundo Grau

é um quadrado perfeito e, assim podemos acrescentar aos dois membros da igualdade o número Equação Segundo Grau.
a2x2 + abx + Equação Segundo Grau = Equação Segundo Grau

Logo:

Equação Segundo Grau

Chamando b2– 4ac de discriminante da equação do 2º grau, que será representado pela letra grega delta (delta), teremos:

Equação Segundo Grau

 

Dessa forma, resolvemos a equação do 2º grau com os coeficientes literais a, b e c o que nos permite estabelecer uma fórmula já nossa conhecida, chamada “fórmula de Bhaskara” a qual resolverá qualquer equação do 2º grau, bastando substituir os coeficientes pelos números na equação a resolver.

Equação Segundo Grau

 

Exemplo

Resolver em R a equação

5x2– 12x + 4 = 0

temos, a = 5, b = –12 e c = 4

substituindo na fórmula de Bhaskara.

Equação Segundo Grau

 

Observação: Se a equação não estiver na forma ax2 + bx + c = 0 deve ser preparada através das operações conhecidas tais como eliminação de denominadores, retirada de parênteses, dentre outras.

 

C. Discussão do Número de Soluções da Equação do 2º Grau

Quando resolvemos uma equação do 2º grau, já colocada na sua forma normal é importante observar que três casos podem surgir em relação ao cálculo do discriminante. Observe:

1º caso: > 0 A equação terá duas raízes reais e distintas.

Exemplo

Resolver em R:

Equação Segundo grau

 

2º caso: = 0 A equação terá duas raízes reais e iguais.

Exemplo

Resolver em R:

Equação Segundo grau

 

3º caso: < 0 A equação não terá raízes reais.

Exemplo

Equação Segundo grau

About these ads

Sobre Luis Antonio Modesto

Professor das redes Estadual e Municipal do Estado e Cidade de São Paulo na disciplina de matemática, engenheiro quimico, matemático, gestor, sempre engajado na melhora da educação paulistana.
Esse post foi publicado em Bustamante, Henricão e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s